“Voltar aos meus 17, depois de viver demais
é como entender sinais sem ser tão inteligente…
Voltar a ser, de repente, frágil como um segundo…
de novo, sentir profundo… menino, diante de Deus…”

Anúncios