– Novo Hamburgo – 07/03/17

Não é pra vocês ficarem tristes, mas pra gente entender, cada vez melhor, com quem estamos lidando neste tempo cruel de governos sem legitimidade:

já estamos em março de 2017 e a Caixa Econômica Federal ainda não divulgou seu balanço de 2016. A gente sabe que sobra incompetência num governo montado à base de acordos político-partidários para sustentar o que é insustentável.

Na categoria dos bancários, porém, o pessoal está pensando que, além da incompetência, aí tem uma forte dose de intenção torta. Já é esperado que o balanço de 2016 mostre um lucro acanhado. O temor é que o governo queira mostrar resultados ainda piores, usando a maquilagem contábil para pintá-lo com olheiras profundas e palidez extrema.

Sabe lá com que intenção… Tem sido prática dos governos neoliberais administrar empresas públicas de forma a reforçar a tese de que o Estado é um administrador incompetente por natureza. Ou seja, nem mesmo eles, que são fantásticos gestores públicos, conseguem fazer uma empresa pública funcionar. Aí se vende a solução mágica da privatização…

Outra possível intenção – e provável consequência – é a de escamotear a Participação dos Lucros nos Resultados (PLR), conquista da categoria dos bancários. Pelo Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2016/2018, o banco tem até 31 de março para creditar os valores da segunda parcela da PLR. Os “caixários”, porém, ainda não sabem sequer se haverá algum pagamento.

Este fato tem grande importância para a economia de Novo Hamburgo. A participação nos lucros tem significado remuneração adicional significativa para os bancários. E Novo Hamburgo abriga diversas sedes regionais, operadas por um contingente significativo de trabalhadores de qualificação elevada.

http://bancariosnh.com.br/caixa-ainda-nao-divulgou-balanco-e-prazo-para-pagamento-da-plr-vai-ate-dia-31/

Anúncios