Novo Hamburgo –

Não tem roda de amigos ou mesmo encontro casual em fila de banco ou supermercado, em que o assunto Reforma da Previdência não toque fogo na conversa.

Milhares de pessoas em Novo Hamburgo – milhões no Brasil – estão alertas e seriamente preocupadas com suas consequências.

O grande jornalequismo tenta passar que a reforma é indispensável para SALVAR O BRASIL, mas…

1) tem quem diga diferente, que os números estão falseados para falsear o tamanho do problema: ( http://www.ocafezinho.com/2016/05/25/governo-manipula-dados-para-forcar-reforma-da-previdencia-denuncia-professora-do-instituto-de-economia-da-ufrj/ )… 

2) o conteúdo das mudanças é tão alarmante que está sendo capaz de romper a enorme barragem da informação manipulada.

Com a credibilidade despencada e despencando, o governo ilegítimo e golpista (reitero) de Michel Temer está endoidecido para conseguir aprová-la no Congresso.

Mas a reação popular é crescente e está assumindo dimensões não imaginadas. Em todo o Brasil. E em Novo Hamburgo também.

A mídia tradicional não está conseguindo conter esta onda. Temer vai tentar reverter através das redes sociais. Está contratando, para esta tarefa, marqueteiros do João Dória (… Pílulas) Jr., prefeito eleito e empossado de São Paulo.

Meu palpite é que não vai adiantar. O conteúdo da Reforma proposta é monstruoso demais.

Pilhou a consciência crítica das mulheres, porque elas é que vão sofrer as maiores perdas. Dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher, daqui a duas semanas, vai ser “comemorado” com manifestações contra a Reforma da Previdência, em todo o país.

img-20170217-wa0019

Multiplicou o poder de mobilização dos Sindicatos de trabalhadores. Eles é que estão puxando esta luta. Milhões de trabalhadores em todo o país (milhares, em Novo Hamburgo) vão se dar conta de que foram seus Sindicatos que primeiro e mais fortemente alertaram contra o desmonte da Previdência e organizaram as ações de resistência.

Reforma da Previdência é o assunto de maior destaque na convocação para a Assembleia Geral que o SindProfNH está chamando, para amanhã, a partir das 18h00, em sua sede, na Gomes Portinho, 17/s606:

  • Vamos discutir, além das questões locais, a mobilização nacional contra a Reforma da Previdência, que retirará a perspectiva de aposentadoria de todos nós!”

Também amanhã, na Câmara Municipal, às 19 horas, será lançado o Comitê Municipal em Defesa da Previdência Social. Participam diversos Sindicatos, entidades representativas da Sociedade Civil, coletivos e pessoas sem qualquer outra vinculação… 

16864251_1070680053060313_1717733807521466134_n

Aliás, os próprios vereadores estão constituindo, em Novo Hamburgo, a Frente Parlamentar em DEFESA da Previdência Social.

Quando 12 (*) dos 14 vereadores da Câmara Municipal de Novo Hamburgo (ou de qualquer cidade brasileira) assinam juntos uma proposta que não é uma propostinha de homenagem ou pêsames, mas uma ação que pressupõe posicionamento firme…

é que tem algo muito importante acontecendo!

E tem. Os 12 vereadores assinaram um requerimento que institui a Frente Parlamentar em DEFESA da Previdência Social.

Grifei a palavra DEFESA e foi para reforçar que as assinaturas, neste caso, assumem um posicionamento político sério. Os 12 vereadores se declaram contrários ao ATAQUE que a Previdência Social brasileira está sofrendo.

Para reunir 12 vereadores, de sete legendas diferentes, muitos da base do próprio Governo Federal (golpista, na minha opinião) que promove o ATAQUE, é porque o ATAQUE é realmente demolidor.

Podem lá os vereadores ter entendimentos diferentes sobre o assunto, mas não quiseram ficar de fora da Frente em DEFESA da Previdência.

Porquê? É que vereador sabe o que está sendo falado pela boca do povo. E tá saindo faísca da boca do povo.

Eu sei, porque estou ouvindo.

(*) Só um, o Inspetor Luz, do PMDB, não assinou o requerimento, além da presidenta, Patrícia Beck, que não pode, justamente pelo exercício da Presidência.

Anúncios