Novo Hamburgo –

Das pequenas grandes alegrias da vida, encontrar, ontem (sexta, dia 17) a amiga Rose Carrion, no ensaio da Cruzeiro. Rose foi uma das passistas históricas da Protegidos. Durante anos foi disputada por várias outras Escolas de Samba. Aceitou apenas um convite da Imperadores, de Porto Alegre´.

Quem a conhece apenas das apresentações nas avenidas ou nas quadras das Escolas de Samba não imagina a poderosa e generosa mulher. De uma família grande e muito pobre, aqui de Canudos, foi doméstica e vendedora de sorvetes por muitos anos. Deu muito duro para conseguir concluir o ensino médio e depois formar-se técnica em enfermagem.

Hoje mãe de dois filhos (Brenda e Thor) e casada com o Mestre Trança (capoeira que desenvolve um extraordinário trabalho com crianças com deficiência) foi convidada a participar da Cruzeiro do Sul. É diretora do Grupo Show que tem o Leão como símbolo (mas, com um sorriso malandro, corrige: “Madrinha! Diretora é muito pra minha bolinha”).

Pura modéstia! Ela sabe tudo dos segredos dos destaques de Escola de Samba. Desde a dança em si, até as manhas para superar o nervoso na hora do desfile. Conhece mil truques de maquilagem e como salvar uma fantasia, na hora H, apenas com um ponto de linha e agulha, além das pequenas vaidades, das humilhações e dos sentimentos de quem desfila.

E tinha um sonho antigo: ver uma Escola de Samba com uma direção participativa e inovadora. Esta felicíssima. Encontrou seu sonho.

Anúncios