Ontem (16/01), lá pelas 17h, fotografei as placas de orientação que estão sendo instaladas pelo novo governo da cidade, da Fátima Daudt, pala ilustrar um comentário sobre a forma espetaculosa de suas ações. Três horas depois veio uma tempestade de verão também espetacular, com ventos, raios e bomba d’água. E as placas já foram deslocadas de sua posição, como se pode ver nesta foto, na rua Bartolomeu de Gusmão.

Mostrei pra uma amiga e ela já lascou crítica ao novo governo: “Que incompetência! Tinham que ter fixado direito estas placas! Chega a ser um perigo para quem está passando…”.

Pois é… SQN… No caso o serviço foi é muito bem feito. Este tipo de placas tem mesmo que ceder ao vento. Se é projetada e instalada com ciência, prevê exatamente que ela gire quando o vento chegar a determinada velocidade. Caso contrário, aí, assim haveria perigo real de acidente. O vento poderia arrancar a placa de seu suporte e jogá-la longe, ou, ainda, vergar o poste que lhe dá sustentação, causando prejuízo desnecessário.

Mas a placa ficou muito engraçada, indicando lugar nenhum para quem quisesse ir para a Prefeitura ou para o Hospital Unimed! E se passaram quase 18 horas desde a tempestade e as placas continuavam lá, desarranjadas. Rá! Rá! Rá! Criticar é muito moleza. Como se a tempestade não tivesse causado outros problemas, mais sérios, em tudo que é canto da cidade!!!

Mas, fica um alerta. Assim como o prefeito Luís Lauermann, a prefeita Fátima tende a ter muita dor de cabeça por causa do clima. O clima está doido, todos sabemos… e vai endoidecer a nova administração.

Aliás, com o que está chovendo nos últimos dias, não demora pra que a prefeita seja culpada pela buraqueira na cidade. Injustiça, mas, como digo: Rá! Rá! Rá! Criticar é muito moleza.

Anúncios