Às vezes – muitas vezes! – eu penso que uma notícia de verdade tinha que ser escrita assim:

Maria Lourdes (*), cozinheira, doceira e confeiteira de mão cheia, pegou pesado num desabafo que vinha preso na sua garganta há muito tempo. O desabafo foi feito no facebook, no intervalo entre uma fornada e uma fritura, ao fim do dia de calor infernal de ontem: Chamou o ex-prefeito de São Leo, dr. Aníbal Moacir, de desgraçado.

Veja, a seguir, o comentário desta senhora, que é negra, que mora na vila, trabalha muito duro, mas também com muita arte e ciência. É uma pessoa culta, não tanto pelas letras, mas pela experiêcia, e pela reflexão (que não é isolada). Seu post teve quase sessenta curtidas em menos de cinco horas. E rendeu comentários e diálogos.

O post inicial: “Moa… Dr. Aníbal Moacir, Desgraçado!… e Desgraçado também quem votou nele. Destruiu com minha São Leo… minha filha, merendeira, de férias sem receber nada, nem pagamento, quanto mais as férias. Vanazzi (**), agora, na rádio Gaúcha disse que Moa não pagava a empresa Job há quatro meses e por isto está tudo assim. A Deus peço saúde para poder trabalhar e ajudar minha filha a pagar seu aluguel e ter o que comer… porque só Deus sabe quando ela irá receber o que seu por DIREITO!!!”

Rosemarie comentou: “A minha filha também é merendeira e está sem receber. Este porcaria de prefeito que tínhamos só deixou rastro de destruição na cidade”.

Ritinha observou: “Estamos vivendo isso no governo do Estado. Triste realidade aqui no Sul.”

Carla não se aguentou e escreveu um pouco mais: “Infelizmente a gente retrocedeu… daqui a pouco, seremos escravos de novo, sem que disséssemos nada para nos libertar. Será, desta vez, brancos e negtros trabalhando de graça a quem nos colocou no novo açoite… Infelizmente, o povo é burro como eles dizem. Estamos todos trabalhando lucro a eles e esperando para ver o que acontece… e, aí, será tarde demais.”

Maria Lourdes respondeu: “Muito triste estou, amiga Carla… Não é justo tudo isto. Ela só quer e tem direito de receber o que é dela. As contas não esperam, aluguel, comida… mas Deus é pai e tudo vai se ajeitar. Bjus!”

Carla completa: “Muito triste dona Maria Lourdes. Eu sou do Estado e não recebi décimo terceiro… minha amiga foi demitida sem nada a receber… é muito triste.”

Kelly participou: “Também tô nessa. Muita falta de consideração.”

Danielle, finalmente, posta o último (até as 22h20 deste dia 11/01) comentário: “Bem triste, toda esta situação. Os professores também estão sem salários 😦 … só não acho que os eleitores são desgraçados. Foram ingênuos e se deixaram iludir por falsas promessas e isto é o que vemos há muito tempo na história. Que sirva de lição e ele nunca mais vote à Prefeitura.

Vocês não acham que eu tenho razão? Vida real, mesmo, é o que relata dona Maria Lourdes. Notícia, mesmo, é o caldeirão dela. E tá borbulhando.

(*) Dona Maria Lourdes, seus posts, suas amigas e os comentários… é tudo real. Isto aqui é jornalismo, não só literatura.

(**) Ary Vanazzi, atual prefeito da cidade, que já havia governado de 2005 a 2012.

Anúncios